02 agosto 2006

ISRAEL

Neste momento de crise mundial não poderia de externar meu repúdio contra a atitude de Israel, de matar centenas de crianças e pessoas inocentes por uma pura demonstração de força. O seqüestro de dois israelenses não justifica essa matança indiscriminada no Líbano. Considero Israel e os Estados Unidos os maiores países assassinos da Terra. Lembrem-se da guerra covarde contra o Iraque, baseada em motivos claramente demonstrados como falsos(armas nucleares em poder dos iraquianos) e dos assassinatos diários de palestinos. Não devemos esquecer também a matança da guerra do Vietnam, na qual os americanos, embora derrotados, mataram milhões de vietnamitas do norte e do sul.

Assim falou Shiost.

Este desabafo não carece de uma foto.

3 comentários:

timtimdez disse...

É bom que apareçam protestos, desabafos e manifestações que expressam o que muitos estão sentindo e nem sempre sabem expressar com a mesma veemência do caro Shiost. Assino em baixo, embora sinta que outras forças, a dos fabricantes de armas, ficam instigando tais insanidades.

JOSE CITELI disse...

É o lado caótico do mundo e das pessoas. Gosto sempre que vejo as críticas às guerras, contendas e crimes, de refletir sobre a nossa paz. Acho que às vezes, ou talvez muitas vezes as próprias pessoas que fazem essas críticas estão vivendo numa guerrinha particular, que está mais ao alcance de cada um administrar e evitar fazendo a paz e vivendo em harmonia.
Falou o lado pregador do Zecão

irmãcaçula disse...

Caro Shiost
Embora fique triste e me compadeça devemos olhar com profundidade o porquê de tantas coisas!
Será que todos, indiretamente não possuem "uma culpinha no cartório"?
Temos feito algo para colaborar com a paz, primeiramente dentro de nós?
Falou a "pregadora de araque",
irmãcaçula.