18 março 2007

Maria Laura e os trajes bentos

Maria Laura é uma estilista portuguesa de 68 anos de idade e, morando no Brasil desde os 21, é especializada em roupas sacras. Seu ateliêr conta com 12 pessoas, 10 máquinas de costura e 10 de bordado. O Vaticano ordenou que as roupas fossem de seda natural indiana, leves, devido ao calor. O tom será um dourado envelhecido, cheio de bordados e símbolos. As roupas do Papa e seus asseclas serão pagas pelos fiéis, um valor acima de R$ 900.000,00.

A missão de Maria Laura e sua equipe,é confeccionar em números aproximados:

... quatro casulas para o papa. A casula é uma espécie de manto usado sobre as roupas dos religiosos
... 300 mitras para os bispos. A mitra é um tipo de chapéu usado em solenidades pontificais
... 300 casulas e 300 estolas para os bispos
... 500 estolas para padres (esse número podem dobrar, mas a arquidiocese de Aparecida do Norte ainda não confirmou o pedido)

Serão utilizados...
... 2500 metros de brocado, tecido de seda com desenhos em relevo, com as estampas dos Evangelhos
... 20 metros de seda natural
... 2000 metros de cetim para mitras


Estas informações foram extraídas da VEJA.

http://vejinha.abril.com.br/materias/m0123818.html

Em que Evangelho, livro, capítulo ou versículo da Bíblia podemos encontrar essa orientação para tanta pompa e circunstância?

6 comentários:

timtimdez disse...

Primeira pergunta: quantos asseclas tem o papa. 2ª pergunta: por que vc perde tanto tempo se preocupando com a Santa Madre Igreja. Acabo de consultar uma senhora de 75 anos e ela diz que "tanto brocado e tanta seda indiana" se chama viadagem.
E o pior é que "eles" ficam condenando quem usa tanguinha rosa, feita de crochê.
Falando mais sério, ou melhor, com mais proveito: bela foto da igreja. Podia se acostumar a publicar a foto com explicação.

NiceBarth disse...

Realmente, Shiost, também penso que a "Santa Madre" Igreja Católica não segue nada daquilo que Jesus ordenou aos seus Apóstolos ao enviá-los para pregar e curar: "Recebestes de graça, de graça dai! Não leveis nem ouro, nem prata, nem dinheiro em vossos cintos, nem mochila para a viagem, nem duas túnicas, nem calçados, nem bastão. (Mateus 10). Timtim, estivemos no Vaticano e a tremenda riqueza que vimos é de estarrecer. A qualidade das obras de arte, os objetos de puro e pesado ouro maciço é de envergonhar qualquer Cristão digno desse nome, (e quem sou eu para julgar)! Mesmo assim atrevo-me a pensar que Jesus não pode estar lá.

NiceBarth disse...

Relendo este seu blog, pinta em minha cabeça que parece a preparação das fantasias de carnaval. Jesus deve estar sacudindo a cabeça de um lado para o outro, seus divinos olhos devem estar se fechando e seus divinos lábios devem estar se unindo em um rictus de "Oh, Pai, perdoe-os... Dois mil anos e eles continuam não sabendo o que fazem..."

irmãcaçula disse...

Que lindo, cara prima Nice. Ele deve estar fazendo isso mesmo! Depois, os seres humanos não sabem porque se encontram com tantos problemas!

timtimdez disse...

Valeu Shiost! Conseguiu dois comentários fabulosos, da prima e da irmã caçula. Nos comentários delas está a resposta para o meu questionamento: ao publicar o texto da revista Veja, vc não estava se preocupando com a "Santa(?) Madre (que mãe!) Igreja, você estava nos convidando à reflexão. VIVA A INTERNET.

caos e ordem disse...

Oi Senhor, compro Veja toda semana, às vezes aquela veja azulzinha de limpesa.
Passei batido e não vi nem li nada sobre o papa, não me interessa.
O único comentário sobre o tema é que quando, no nosso joguinho de tênis alguém comete uma falta dupla sacando, chamamos de frei Galvão, por sua grande caridade.

falou o Zecão