Ocorreu um erro neste gadget

26 abril 2006

D. Esther

É o nome de minha mãe. Escrever sobre mãe é muito fácil, para quem já teve uma ou tem uma. A minha, por exemplo, vai fazer no dia 20 de março de 2006, 92 anos. Quando tinha 90, ganhou de aniversário de minha irmã uma cachorrinha poodle, daquelas mini. Ficou apaixonada e desde então só vive para ela. Todo o aborrecimento da velhice parece ter acabado com a convivência com a cadelinha. E parece que sua expectativa de vida(da minha mãe, não da Sissi) aumentou mais uns 20 anos. Ou seja ela pretende ir até os 110. Foi isso o que ela disse, em palavras textuais aos 91 anos: "Quando a Sissi morrer, não quero saber de outra cachorra. É muito trabalho e estou ficando cansada disso." Vai ser otimista assim lá longe!

Agora o reverso da medalha:

Há uns 15 anos, estava eu com uns 45, e resolvi plantar 2 árvores na calçada em frente à minha casa. Não estava numa fase boa, estava meio desempregado, ou mal empregado, baixo astral e tudo o mais. Quando as plantei, pensei cá comigo: "É uma pena que eu não vá ver essas árvores adultas, pois acho que não vou longe." Era a depressão, causada pela falta total de uma perspectiva de sair da crise e voltar a ser um ser normal. Afinal, eu já era um velho de 45 anos acabado para a vida profissional, como acontece atualmente para milhares de brasileiros, excluídos os políticos. Logo após apareceu uma oportunidade de emprego e consegui sobreviver e ver as árvores adultas, enormes e interessadíssimas nos cabos da rede elétrica.

Moral da história: Caso você esteja deprimido, sem vontade de viver e cansado de não fazer nada na vida, compre uma cachorrinha. Jamais plante uma árvore!

2 comentários:

Anônimo disse...

Tadinha da Dona Esther, não merecia ter um filho assim mas a vida muitas vezes tem coisas que a gente não entende. Ainda bem que ela tem a cachorrinha pra se consolar.
Parabéns Shiost pela mãe que você tem.

escreve que eu leio e comento, anonimo de Austin

Anônimo disse...

Além da cachorrinha, D. Esther tem quatro filhos que a amam, inclusive este da foto e um Deus maravilhoso em quem confia muito!