Ocorreu um erro neste gadget

01 junho 2010

Sétimo dia e início do oitavo

O sétimo não foi bom. Muita febre, aversão à comida salgada. Parece que a quimio aumenta o olfato e o paladar fica mais apurado, sem contar o fato que não fumo mais. Vem a comida que é um alho só! À noite a febre passou e hoje, terça, vou receber as células tronco de minha irmã. Parece que a partir de então, o bicho pega! Aguardemos.
Para amenizar as notícias vou por uma poesia do Manuel Bandeira, aquele poeta que disse: "Vou-me embora para Pasárgada, pois lá sou amigo do rei. Terei a mulher que quero na cama que escolherei." É mais menos isso. Mas abaixo a poesia:

Pneumotórax (Manuel Bandeira)

Febre, hemoptise, dispnéia e suores noturnos.
A vida inteira que podia ter sido e que não foi.
Tosse, tosse, tosse.
Mandou chamar o médico:
- Diga trinta e três.
- Trinta e três... trinta e três... trinta e três...
- Respire.
- O senhor tem uma escavação no pulmão esquerdo e o pulmão direito infiltrado.
- Então, doutor, não é possível tentar o pneumotórax?
- Não. A única coisa a fazer é tocar um tango argentino.

3 comentários:

caos e ordem disse...

Então meu amigo de ônibus, vamos acompanhando aqui os trinta e três e os tangos. A luz no fim do túnel pode ser verdadeira e não ser o trem. Agora a expectativa é grande para seu relato após esse primeiro transplante.
Tempos modernos, você pode ser o primeiro transplantado de medula que se pôs a relatar o processo com suas etapas.
Força, saúde e paz.

timtim disse...

Força e paz e muito tango! Ao mesmo tempo que não é agradável esta espera, tudo é amenizado com seu espírito... como eu diria: histriônico. Corri para o Aurélio que, embora falsificado, como afirma meu irmão Zeca, o Aurèlio confirmou que histriônico é mesmo o que eu queria afirmar do espírito gozador que baixa no Aguiar, mesmo nos momentos de angústia e ansiedade.
Tomara que vc possa continuar fazendo o relat´rio. A CORRENTE ESTÁ INTENSISSIMA.

Nice disse...

Meu querido, meu coração doeu ao ler a postagem de hoje. Mas esse mesmo coração reagiu e bate com força por você! E na cadência de tango, que é meu ritmo predileto, entre os ritmos (em segundo lugar, o olodum).

Em seguida, conversei bastante com meu Pai/Irmão/Amigo, unindo as mãos com todos os outros Elos da Corrente cada vez mais forte. Embora o Timtim tenha me colocado lá longe (rsrsrs), estou em muito boa companhia... Brincadeirinhas à parte, estamos todos enviando nossas forças conjuntas a você.

Os dois comentários acima foram excluídos por mim, porque saíram com o nome do blog da AABCC, que é a Associação do nosso bairro e eu não tinha me dado conta...